9 revelações para mudar sua vida! (Parte 1)

Dá um certo orgulhinho olhar pra trás e ver o quanto eu já caminhei…
Dá uma turbinadinha no ego lembrar de como eu era antes e como eu já cresci…
Dá até que medinho pensar no futuro e refletir sobre tudo que ainda está por vir…
Dá aquela vontadezinha louca de continuar aprendendo para nunca parar de evoluir…

Há alguns dias, eu terminei um curso e para o TCC o professor nos deu um filme para assistir e discorrer sobre ele.
Há alguns anos, eu fiz aniversário e de presente um amigo me deu um livro para ler e discutirmos sobre ele.

O livro evoluiu para um filme.
E eu evolui muito do livro até o filme.

Acho que eu tinha uns 15 anos.
Eu engoli o livro em 2 curtos dias.
Praticamente comia as palavras.
Uma fome incontrolável de conhecer todos os ensinamentos e saber o que vinha a seguir.
Fazia quase que uma leitura dinâmica, virando freneticamente as páginas.
Lógico que eu amei o livro, mas esqueci rapidinho.

Detalhe: Só fui lembrar que já tinha lido o livro lá pra metade do filme quando John (nome comum em filmes americanos em geral) conhece Julia (não tão comum assim).
Me veio a memória que eu li o livro todo torcendo para eles ficarem juntos no final e esse romance era o foco do livro pra mim.

Hoje tenho 28 anos.
E eu degustei o filme em 4 longas horas.
Praticamente saboreava as palavras.
Um apetite refinado de internalizar cada ensinamento sem me preocupar com o que vinha a seguir.
Fazia quase que um estudo detalhado, voltando repetidamente as partes.
Lógico que eu amei o filme, e tenho certeza que não esquecerei jamais.

Detalhe: O romance não só não é o foco da história (até porque eles só se conhecem no meio filme), como também existe toda uma lição por trás dessa relação que eu nem tinha assimilado.

A diferença de maturidade é óbvia.
A diferença de autoconhecimento é gritante.
A diferença de inteligência emocional é incrível.
A diferença de filosofia de vida é admirável.

Antes eu fiquei um pouco surpresa com o tema.
Hoje eu fiquei totalmente intrigada com o tema.
Antes eu entendi que havia uma nova forma de ver a vida.
Hoje eu aprendi a ver a vida dessa nova forma.

Ok, vou contar que tal filme é esse e sobre o que se trata.
Prometo que tudo que vou falar não será um spoiler do tipo negativo.
Tipo quando seu amigo sem noção te conta o final da série e dá vontade de chorar e de nem assistir mais, só de raiva.
Só vou dar spoilers positivos.
Tipo quando você vê o trailer e dá coceira pra ir assistir no mesmo dia e muita raiva que só estreia dali um mês.

O livro/filme se chama “A Profecia Celestina”.

Ele fala sobre 9 revelações espirituais encontradas num manuscrito no Peru que poderiam simplesmente mudar o mundo, as pessoas e, claro, a ordem estabelecida até o momento.

Não vou contar pra vocês a história em si.
Quero que vocês assistam.
Mas vou contar pra vocês os 9 ensinamentos e como isso tem impactado em mim.
Quero que impacte vocês também.

Vamos lá:

  1. “Estamos descobrindo que vivemos num mundo profundamente misterioso, cheio de coincidências súbitas, encontros e sincronicidade que parecem destinados.”

A primeira revelação diz que o mundo não é repleto de acasos e meras coincidências soltas e sem importância.
Mas sim de sincronicidade, acontecimentos pré-destinados, com um sentido maior e total influência divina.
É preciso despertar para isso, examinar com mais cuidado esses acontecimentos e encontrar em nossa rotina as coincidências significativas que podem nos estar enviando mensagens e literalmente nos conduzindo a uma direção específica na qual devemos seguir.
Devemos estar sempre receptivos e alertas, e assim veremos que temos o poder de entender cada acontecimento, aumentar a frequência dessas mensagens e assim descobrir o nosso grande destino nesse mundo.

De quando vi o filme para cá, simplesmente estão acontecendo muitos desses misteriosos acasos.
Será que só estão acontecendo agora ou eu só estou alerta e aberta agora?

Um amigo me recomendou assistir um vídeo e eu não tive tempo de ver.
No dia seguinte o vídeo que o professor passou na aula era exatamente aquele.
Não, não é um vídeo famoso.
Mas para quem se interessar é um TED Talk que fala sobre o poder da vulnerabilidade da Brené Brown (https://www.ted.com/talks/brene_brown_on_vulnerability).
Depois de assistir levei esse tema específico para a terapia.
Descobri que realmente precisava trabalhar isso.
Hoje sinto uma evolução tremenda a cada sessão.
Minha vida tem melhorado muito.

E como essa, têm ocorrido pelo menos umas 3 coincidências por semana.
No começo ficava até assustada.
Agora simplesmente aceito que é o poder da sincronicidade.
O universo te dá o que você precisa receber.
Esteja preparado para receber.

  1. “À medida que mais de nós despertamos para este mistério, criaremos uma visão do mundo completamente nova – redefinindo o universo como energético e sagrado.”

O segundo ensinamento lembra que quanto mais pessoas começarem a pensar desse modo, mais estaremos construindo uma nova forma de enxergar o mundo e de viver nele.
Por isso, se isso chegou até você, você foi escolhido para fazer a sua parte na dispersão dessa visão.
Assim o fez James Redfield, autor do livro.
Armand Mastroianni, diretor do filme.
E aqui estou eu dando a minha pequena contribuição na disseminação dessa mensagem.
Que cada um de vocês faça mais um pedacinho dessa tarefa para gerarmos um impacto cada vez maior.

  1. “Nós descobriremos que tudo ao nosso redor, toda a matéria, consiste e vem de uma energia divina que estamos começando a ver e entender.”

A terceira afirma que o universo é um vasto campo de energia, um mundo quântico no qual todos os fenômenos estão interligados e respondem uns aos outros.
E nós, não só temos acesso a essa energia universal, como também podemos influenciá-la através de nossos pensamentos e intenções, alterando a nossa realidade.

Acreditando nisso eu venho focando as minhas energias e pensamentos naquilo que realmente desejo.
E, por incrível que pareça, eu nunca disse tanto a frase “Nossa, obrigada, Universo!”.
O cliente que eu quero fechar, o curso que tem que abrir turma, a torcida para a amiga ficar grávida, o negócio que tem que dar certo pro marido, a saúde do pai que tem que melhorar, a promoção que tem que sair pro irmão, o motivo de eu estar engordando que quero que seja descoberto, o clima que tem que ficar bom para a viagem dar certo.

O pensamento tem sido muito mais focado.
A torcida tem sido muito maior.
A esperança tem sido muito mais viva.
A crença tem sido muito mais forte.
E tudo tem dado muito mais certo.

Estou tão empolgada com essa história de energia e o poder que temos de influenciar nosso estado e o estado dos outros que mês que vem vou iniciar um curso de reiki.
Logo volto para contar aqui pra vocês!

  1. “Os seres humanos sempre se sentiram inseguros e desconectados desta fonte sagrada de energia, e tentaram ter energia dominando uns aos outros. Esta luta é responsável por todos os conflitos humanos.”

O quarto pensamento ensina que os seres humanos crentes numa força maior que conduz tudo…
Dominados pela sensação de estarem sempre “de mãos atadas”, sujeitos a ela…
Alheios a esse poder inato de influência dentro e fora de si…
Alienados do fato de suas atitudes gerarem reais efeitos no universo…
Acabam buscando o poder através da dominância do outro e das coisas.
Temos que parar de sugar a energia dos outros para nos sentirmos mais fortes.
Precisamos começar a nos retroalimentarmos, num processo em que toda a energia se expande e tudo fica melhor para todos.

Depois que entendi isso comecei a me policiar muito nas interações com as pessoas e a tentar ter as melhores atitudes para criar esse campo de conexão e expansão de energia.
Comecei a ver que a minha “exagerada” extroversão na intenção de interagir com algumas pessoas deixava-os desconfortáveis.
Pessoas que encontro por aí, a diarista, alguns dos porteiros, alguns colegas de classe e até alguns clientes.
Eu achava que estava promovendo uma conversa, criando uma oportunidade de interação e os deixando felizes.
Mas de certa forma eu estava impondo a minha energia sobre a deles, causando uma redução no seu campo energético, não uma combinação e potencialização dessa energia.
Hoje eu tento sentir a pessoa mais profundamente e alinhar a minha energia com a dela, dando e recebendo no nível certo, como num ciclo virtuoso.
É incrível como a comunicação é de uma qualidade infinitamente maior do que antes.

Além, é claro, de se segurar para não criticar, brigar ou ter qualquer interação que não seja produtiva para ambos.
A briga desgastante virou uma conversa interessante.
A crítica dura virou um feedback amigável.

E foi num desses feedbacks amigáveis que descobri que meus textos estavam muito longos e eu realmente precisava diminuir para que as pessoas tivessem paciência de ler e se mantivessem empolgadas até o final.

Sorry as Bíblias de sempre, pessoal!
Juro que estou trabalhando nisso!
Espero que não tenha esgotado a paciência de vocês e que vocês ainda estejam empolgadas!

Por isso eu vou dar um break nesse texto e termino as outras 5 revelações espirituais na semana que vem.

Enquanto isso vai me contando aqui o que está achando!
Deu vontade de ler o livro?
Pelo menos de ver o filme?
Você acredita nessa filosofia?
Consegue implementar alguns desses ensinamentos na sua vida assim como eu estou fazendo?

Então, bora lá!

Pra finalizar fica aqui um dos trechos mais ricos do filme:

“Lembre-se de parar quantas vezes for preciso para se religar em sua energia. Permaneça cheio, permaneça em estado de amor. Não esqueça que uma vez atingido este estado de amor, nada nem ninguém pode retirar mais energia de você do que a que você pode recuperar. Na verdade, a energia que flui de você cria uma corrente que puxa energia para dentro de você na mesma proporção. Você deve estar consciente deste processo para que ele funcione.”

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s